Últimas Notícias

Clima quente e úmido pode desacelerar coronavírus, dizem cientistas

Pesquisadores se pautaram em dados do Centro Chinês de Controle e Prevenção de Doenças para chegar a esta conclusão

De acordo com cientistas das universidades de Tsinghua e Beihang, ambas em Pequim, na China, o clima quente e úmido que chega com a primavera no hemisfério norte pode estar relacionado à desaceleração da propagação do coronavírus no país.

"A alta temperatura e a alta umidade relativa reduzem significativamente a transmissão da Covid-19.

Esse resultado é consistente com o fato de que a alta temperatura e a alta umidade reduzem significativamente a transmissão da gripe. Isso indica que a chegada do verão e da estação das chuvas no hemisfério norte pode reduzir efetivamente a transmissão da Covid-19", publicaram os pesquisadores na revista científica Social Science Research Network (SSRN).

Essa foi a conclusão do grupo de cientistas, que analisou estatísticas, curvas de crescimento de tendências, estações meteorológicas e rastreou o contato entre pessoas que foram diagnosticadas com a Covid-19. Todos os dados foram fornecidos pelo Centro Chinês de Controle e Prevenção de Doenças, responsável pela detecção de 4.711 casos confirmados na China.

Vale ressaltar que, apesar de todas as análises, o estudo indica que provavelmente o clima quente e úmido seja capaz de matar o coronavírus - isso não quer dizer que a doença vai parar de se propagar mundo afora. A boa notícia é que um pouco de sol e chuva pode desacelerar o número de contaminações no hemisfério norte, mas cabe aos países do sul continuarem aplicando as medidas de prevenção indicadas.



Fonte: Olhar Digital

Data: 16/03/2020

Palavras Chave


Notícias Invent Web, Olhar Digital, Clima quente e úmido pode desacelerar coronavírus, dizem cientistas, Invent Web, Agência Digital.

Top